MENU

08/10/2020 às 22h14min - Atualizada em 08/10/2020 às 22h14min

Educação física na desintoxicação de viciados em drogas.

Exercícios ajudam na desintoxicação

Portal de Recuperação - Fernando
portalderecuperacao.com.br/
portalderecuperacao.com.br/


Você sabia que a educação física é um dos elementos mais importantes na desintoxicação de viciados em drogas? Assim como no procedimento adotado diante de outras enfermidades, a dependência química pode ser tratada com o amparo de educadores físicos também.

Logo de início, no entanto, vale ressaltar que o processo de reabilitação de um viciado vai muito além da prática de exercícios. Tratamentos sérios e confiáveis são pautados em estudos científicos. Além disso, eles contam com esforços multidisciplinares.

Além do educador físico, outros profissionais fazem parte desse tipo de plano de recuperação. São médicos, psicólogos, nutricionistas, enfermeiros, entre outros tantos especialistas que, em conjunto, aplicam medidas terapêuticas para uma reabilitação completa.

A propósito, esse plano deve ser personalizado. Afinal, o que funciona para um paciente nem sempre contribui para alcançar bons resultados em outros casos.

Mesmo assim, cada vez mais percebe-se que o número de viciados em drogas que conseguem se recuperar com a ajuda de educadores físicos é maior. O esporte e as atividades motoras são capazes de liberar endorfinas benéficas para o tratamento, além de ajudarem a resgatar a autoestima do paciente.


Como a educação física ajuda na desintoxicação

Independentemente do tipo de substância psicoativa que o dependente faz uso, a lista de malefícios para o organismo costuma ser extensa. Eles vão desde o avanço do envelhecimento precoce até sobrecargas físicas e mentais que afetam o seu cotidiano.

A atividade física cai como uma luva para contornar tais problemas. Ela permite que o organismo fique bem condicionado e, dessa maneira, adapte-se a um patamar de exigência cardiorrespiratória melhor.

Quando o paciente é orientado por um educador físico, ele consegue ajustar o seu metabolismo para uma velocidade mais elevada. Com isso, o sistema endócrino e nervoso trabalham melhor.

Com o metabolismo acelerado, o tempo necessário para os resquícios da droga serem eliminados do corpo é menor. O tratamento pode ser feito em menos tempo e com muito menos chances de recaídas.

Além disso, o exercício faz com que sejam liberadas substâncias benéficas no organismo, como as endorfinas. Isso proporciona uma sensação de relaxamento e prazer. Essas substâncias também são capazes de “viciar”, mas de uma maneira saudável e positiva, algo que ajuda a preencher o vazio deixado pelas  drogas.
 

Exercícios na prevenção de recaídas

Por todas as vantagens que a educação física traz para a desintoxicação de drogados, seu papel de destaque no tratamento é merecido. Ela melhora os resultados dos esforços de outras áreas envolvidas na reabilitação e também é relevante no controle da depressão e ansiedade.

Cabe ressaltar, por fim, que a prática de atividades físicas não pode e nem deve ser restrita somente ao período de desintoxicação. O paciente que leva consigo o bom hábito de praticar esportes e exercícios depois de receber alta, consegue prevenir recaídas e manter-se sóbrio por muito mais tempo.

De qualquer forma, um acompanhamento periódico também deve ser feito. Os ex-usuários de drogas precisam de programas contínuos para manter a sua doença sob controle e aderir a medidas preventivas.

O Portal de Clínicas de Recuperação, busca através de profissionais gabaritados trazer ao leitor matérias explicativas para saber lidar com esta terrível doença que assola todo mundo, onde você também encontrará diversos tipos e unidades de tratamento para fazer uma internação ou buscar apoio profissional.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Onde realizar o tratamento de dependentes químicos?

0%
8.3%
91.7%
Podemos Ajudar?