MENU

27/10/2020 às 22h29min - Atualizada em 27/10/2020 às 22h29min

O mundo e as drogas

Como ajudar um viciado

Portal de Recuperação - Fernando
portalderecuperacao.com.br/
portalderecuperacao.com.br/

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes, o UNODC, lança relatórios anuais sobre o consumo global de substâncias ilícitas. O documento deste ano já foi publicado no mês de junho e revela diversas informações importantes sobre o mundo e as drogas.

No relatório de 2020, foi considerado o impacto da pandemia de Covid-19 no consumo e no mercado de entorpecentes. Ainda que todos os seus efeitos ainda não sejam plenamente conhecidos, sendo necessária uma distância temporal maior para que serem detectados, já foi possível perceber que a dependência química e o alcoolismo se gravaram com o Coronavírus.

A diretora executiva da UNODC, Ghada Waly, explicou em uma coletiva de imprensa que os grupos marginalizados estão, mais do que nunca, entre os mais vulneráveis ao vício. Problemas econômicos e sociais aumentam os índices de dependência.

Isso sem falar na sobrecarga dos sistemas de saúde, que estão com as suas atividades extremamente focadas naqueles que foram atingidos pela Covid-19. Programas de prevenção e controle de dependência foram afetados e inclusive perderam incentivos financeiros.

 

As drogas mais consumidas no mundo

As drogas mais consumidas no mundo, de acordo com a Revista Forbes, são:

1. Maconha;

2. Cocaína;

3. MDMA, conhecida popularmente como ecstasy;

4. Anfetaminas;

5. LSD;

6. Cogumelos com poder alucinógeno;

7. Opioides com prescrição médica;

8. Cetamina (ou Ketamina);

9. Poppers (drogas estimulantes inaladas);

10. Crack.

Essa lista contempla uma tendência de uso verificada a nível global. No entanto, há particularidades em cada região o país de acordo com a cultura e costumes locais, além da disponibilidade da droga para comercialização, seja ela lícita ou ilícita.

 

Qual a solução para o problema das drogas no mundo?

Segundo o relatório da UNODC, se os governos não demonstrarem real interesse em tratar o problema das drogas como uma questão de saúde pública, ele só vai se agravar. O tráfico de drogas e todos os crimes a ele associados são consequência da demanda por drogas. Há um mercado consumidor cada vez maior.

A melhor solução, de acordo com especialistas, não está apenas na criminalização da compra, venda e consumo de drogas. A proibição do consumo de álcool nos Estados Unidos, conhecida como Lei Seca, foi um dos exemplos mais claros de como o crime pode inclusive aumentar com restrições severas ao uso de determinada substância.

A saída mais inteligente e efetiva está no trabalho de conscientização da população. As pessoas precisam ter acesso amplo à educação para que possam, de fato, compreender os impactos das drogas para si e para a sociedade como um todo.

Além disso, outra medida comprovadamente eficiente é a minimização da desigualdade social. Quando todos partem do mesmo ponto, tendo as mesmas condições de competição, é que podemos finalmente falar em mérito.

Caso contrário, veremos cada vez mais pessoas injustiçadas, desmotivadas, desamparadas e mais suscetíveis a fugir da realidade com o uso de drogas. O vício é uma doença e não somente um crime.

Se você, um amigo ou familiar sofre com a dependência química, procure por ajuda. Há centenas de centros especializados para a desintoxicação e reabilitação.
 

Portal de Clínicas de Recuperação, busca através de profissionais gabaritados trazer ao leitor matérias explicativas para saber lidar com esta terrível doença que assola todo mundo, onde você também encontrará diversos tipos e unidades de tratamento para fazer uma internação ou buscar apoio profissional.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Onde realizar o tratamento de dependentes químicos?

0%
3.6%
96.4%
Podemos Ajudar?