MENU

28/08/2020 às 10h08min - Atualizada em 28/08/2020 às 10h08min

O que é dependência química?

Guia de Clínica - Fernando
https://guiadeclinica.com.br/
guiadeclinica.com.br


A dependência química é uma circunstância física e psicológica provocada pelo uso contínuo de substâncias psicoativas. Por conta do uso contínuo dessa variedade de drogas, o corpo se torna gradativamente dependente das mesmas, apresentando como resultado sintomas que prejudicam o sistema nervoso.

O que causa a dependência? 

A causa precisa da dependência química é desconhecida. No entanto, existem fatores que podem fazer com que uma pessoa tenha um risco maior ao vício alcoólico ou às drogas.

Fatores genéticos têm o seu papel e pessoas que tenham um membro na família com problemas de dependência química podem ter um risco maior.

O ambiente também influencia no risco da dependência química. Pressão, estresse e problemas familiares podem ter um papel no desenvolvimento do vício. Pessoas com depressão, esquizofrenia ou bipolares podem apresentar mais riscos do que pessoas que não sofram dessas doenças.

Mas ainda assim, até mesmo pessoas que não apresentam nenhum fator de risco podem se tornar viciados em drogas ou álcool.

O que é dependência química?

A Organização Mundial de Saúde define a dependência química como o “estado psíquico e algumas vezes físico resultante da interação entre um organismo vivo e uma substância, caracterizado por modificações de comportamento e outras reações que sempre incluem o impulso a utilizar a substância de modo contínuo ou periódico 

Principais substâncias

As substâncias químicas mais comumente utilizadas e abusadas são:

  • Álcool
  • Maconha
  • Estimulantes como cocaína, metanfetamina e anfetamina.
  • Alucinógenos como LSD, mescalina, psilocibina e PCP
  • Opiáceos como heroína, morfina, codeína, oxicodona e ópio.

Estágios da dependência química

A maioria das pessoas não se tornam viciadas em uma substância logo na primeira vez que experimentam, apesar de ser possível com algumas substâncias. A maioria dos vícios se desenvolvem através de uma série de estágios que começam com o uso experimental ou social da droga. Os estágios da dependência incluem:

  1. Experimentação: o usuário se sente em controle quanto ao uso da droga.
  2. Uso regular: o usuário passa a fazer uso da droga com frequência, criando hábitos de quando e onde usar. A tolerância a droga começa a ser desenvolvida e por isso, o usuário tende a aumentar as doses para garantir o mesmo efeito do início.
  3. Uso diário e preocupação: o usuário desenvolve o hábito de fazer uso todos os dias, geralmente mais de uma vez ao dia e se torna preocupado quanto a como a droga pode afetar a sua vida.
  4. Dependência química: o usuário perde controle quanto ao uso da droga.

Sintomas e Sinais da Dependência

Pessoas que são dependentes costumam apresentar uma variedade de sintomas. Entre eles perda de interesse em coisas que antes gostava, piora no desempenho escolar e profissional, sentimentos depressivos ou suicidas, perda de controle quando sob o efeito da droga, etc.

Leia mais em nosso Guia de Clínicas de Recuperação artigos que te ajudarão a fazer um tratamento adequado.

Fale via WhatsApp: (11)97023-3830

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Onde realizar o tratamento de dependentes químicos?

0%
9.4%
90.6%
Podemos Ajudar?