MENU

24/11/2020 às 03h14min - Atualizada em 24/11/2020 às 03h14min

Desafios Para Tratamento De Dependentes Químicos No Brasil

Dependência Química

Portal de Recuperação - Fernando
portalderecuperacao.com.br
portalderecuperacao.com.br/


Muitos são os desafios para tratamento de dependentes químicos no Brasil. Enfrentar a doença já não é algo fácil e para piorar a situação, o dependente precisa superar os desafios que seu país coloca. O Brasil carece de recursos -dos mais variados- para cuidar da saúde do povo. Em situações específicas onde se exige cuidados especializados, esse quadro se agrava ainda mais.

Neste artigo apresentaremos alguns desafios para tratamento de dependentes químicos no Brasil. Há muitos outros, mas os principais que precisam ser conhecidos e discutidos estão aqui descritos. É difícil superar esses obstáculos, mas não impossível. Com força de vontade, garra e determinação, não será o país que irá impedir a cura da dependência química. 

Cultura brasileira moralista 

Um dos desafios para tratamento de dependentes químicos no Brasil é a cultura moralista do país. Por mais que o país brasileiro seja conhecido como a terra da diversidade, ainda encontramos muitos discursos repressivos. Se uma pessoa perde o controle sobre o uso da substância química, automaticamente é associado a ela imagens de crimes judiciais. Também justificam a doença com causas religiosas.

Fato é que, a dependência química pode realmente levar ao descontrole do próprio comportamento. Mas é preciso entender que a droga altera a cognição do indivíduo. Durante o uso, alguns nem sabem o que estão fazendo. Por isso, muitos dependentes acabam tendo vergonha de procurar ajuda por medo de serem julgados e repreendidos. O que gera um grande impedimento para libertação da doença.

Dependência química considerada como vício

Outro desafio para tratamento de dependentes químicos no Brasil é a visão errônea da dependência como vício. A Organização Mundial de Saúde já atestou a Dependência Química como doença. E como doença ela precisa de tratamento médico. Por muitos considerarem a enfermidade como vício, ela acaba sendo associada a má índole, desvio de caráter, merecendo punição e não cuidados.

A compreensão de dependência química e vício se configura numa linha muito tênue. Isso porque ambas as condições se caracterizam por roubar o controle do indivíduo. Nas duas situações o sujeito não tem controle sobre o uso do objeto. Porém, o que torna a dependência química uma doença e não um vício é a carga genética que aquela possui. O vício é algo temporário. A dependência química é uma doença de longa duração.

Poucos recursos financeiros 

Dentre os desafios para tratamento de dependência química no Brasil o mais notável é a carência de recursos financeiros. Poucas são as ofertas de serviços gratuitos para a população. É claro que a dependência química é uma doença que não escolhe cor ou classe social para atacar. Entretanto, o Brasil é constituído por populações mais humildes, pessoas que não possuem dinheiro para pagar um bom tratamento.

A terapêutica envolvida no trato da dependência química envolve um grande trabalho que é feito de dentro do indivíduo para fora. Isso demanda recursos humanos e, consequentemente dinheiro para contratação destes profissionais. Com a falta de recursos, o trabalho não é efetuado de forma eficiente, o que dificulta ainda mais o tratamento da dependência química.

Portal de Clínicas de Recuperação, busca através de profissionais gabaritados trazer ao leitor matérias explicativas para saber lidar com esta terrível doença que assola todo mundo, onde você também encontrará diversos tipos e unidades de tratamento para fazer uma internação ou buscar apoio profissional.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Onde realizar o tratamento de dependentes químicos?

0%
8.8%
91.2%
Podemos Ajudar?