MENU

06/09/2020 às 16h53min - Atualizada em 06/09/2020 às 16h53min

Quais os motivos que levam uma pessoa a usar drogas?

Projeto Brasil em drogas - Fernando
https://www.projetobrasilsemdrogas.com.br/
https://www.projetobrasilsemdrogas.com.br/


Vivemos em uma sociedade cada vez mais hedonista, ou seja, que prioriza o prazer. Com isso, muitas pessoas buscam por satisfação imediata e ela pode ser encontrada com o uso de entorpecentes, ainda que com árduos custos no longo prazo. Hoje vamos conversar sobre os motivos que levam uma pessoa a usar drogas.

Vale mencionar, antes de mais nada, que os jovens são os que ficam mais vulneráveis a tais práticas. Especialmente os adolescentes, que vivem uma fase transição para a vida a adulta, estão propensos a experimentar coisas novas e contestar a autoridade dos pais.

O que eles não percebem é que estão optando por um tipo de escravidão, que é exatamente o que a dependência química representa no nosso organismo. Para compreender o que leva uma pessoa a usar drogas, considere alguns dos motivos mais comuns descritos a seguir.

 

1. Curiosidade para experimentar

 

Ainda há muitos tabus referentes a diversos assuntos, especialmente drogas e sexualidade. Utiliza-se frequentemente métodos para impor medo, ao invés de discutir o que determinadas práticas representam e quais os impactos na nossa vida.

Nesse contexto, a curiosidade para experimentar na própria pele o efeito de uma substância faz com que muitas pessoas deem a primeira tragada, o primeiro gole, a primeira aspirada ou a primeira injetada. Lamentavelmente, esse pode ser um caminho sem volta.

 

2. Insegurança e timidez

 

Quem é tímido ou inseguro de si pode encontrar nas drogas uma maneira de ficar desinibido. Só que essa autoconfiança repentina é temporária e pode levar a doses cada vez maiores para obter os mesmos efeitos.

 

3. Crise de identidade

 

Dentre os motivos que levam uma pessoa a usar drogas também estão crises de identidade. Especialmente nos jovens que ainda não definiram exatamente os limites entre a infância e a vida adulta, a confusão mental pode vir a resultar na escolha por caminhos duvidosos.

 

4. Fuga dos problemas e frustrações

 

Independentemente da faixa etária, a droga é frequentemente mencionada por usuários como um método de fuga da realidade. Quem passa por frustrações e problemas constantes pode estar mais propenso ao uso de substâncias psicotrópicas que mudam o estado de consciência sobre o mundo a própria volta.

 

5. Falta de perspectivas quanto ao futuro

 

Não podemos viver somente baseados no amanhã, todavia a ausência de quaisquer perspectivas ou de objetivos de vida é perigosa. Esse tipo de lacuna é um prato cheio para os entorpecentes.

 

6. Aceitação pelos demais

 

Um dos dilemas que a juventude vive é a aceitação pela sua turma. Experiências com bullying ou discriminações podem fazer com que a pessoa tente achar uma maneira de fazer parte de um grupo e receber proteção ou afeto.

Há quem opte por amizades duvidosas. E mesmo que não sejam as únicas responsáveis, elas podem vir a apresentar bebidas alcoólicas ou drogas para o indivíduo.

 

7. Hereditariedade

 

Por fim, mas não menos importante, está a influência genética. Segundo dados da OMS, aspectos biológicos que passam de pais para filhos influenciam nos marcadores bioquímicos do organismo e despertam o interesse por drogas.

Se a experiência levar ao uso contínuo e à fissura por novas doses, é indispensável a busca por um suporte especializado para a recuperação.


Fonte: www.projetobrasilsemdrogas.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Onde realizar o tratamento de dependentes químicos?

0%
8.3%
91.7%
Podemos Ajudar?