MENU

09/11/2020 às 22h54min - Atualizada em 09/11/2020 às 22h54min

Dependência química tem cura?

Portal de Recuperação - Fernando
portalderecuperacao.com.br
portalderecuperacao.com.br/

As pessoas que passam por uma situação de dependência, seja com drogas ou com álcool, temem entrar em um tratamento por não saber se vão ficar melhores. Muitos questionam se a dependência química tem cura.

A dependência é um distúrbio que apresenta tratamento. A dependência e outros tratamentos para transtornos por uso de substâncias fizeram com que novos métodos fossem encontrados para que as pessoas consigam parar de usar drogas.

Parar de usar a substância é apenas um dos passos para poder retomar uma vida produtiva, passando por um período de reabilitação. Mas como pode ser feito esse processo e qual a melhor forma?

A dependência química pode ser curada?

Como em outras doenças crônicas, como asma ou doenças cardíacas, o tratamento para a dependência química geralmente não funciona como uma cura. Porém, o vício pode ser controlado tranquilamente.

O tratamento vai permitir que as pessoas consigam neutralizar os efeitos perturbadores da droga no seu cérebro, além da parte comportamental. Assim, conseguem recuperar o controle das suas vidas e assim, a dependência química tem cura.

A recaída no uso de drogas é um sinal de tratamento ruim?

Não, pois a natureza crônica da dependência quer dizer que para algumas pessoas, o processo de recaída ou voltar a usar a droga depois de uma tentativa de parar, pode fazer parte do seu processo de tratamento.

Novos tratamentos estão sendo projetados para que haja uma prevenção de recaídas. Com isso, as taxas de recaídas são similares as taxas de outras doenças crônicas.

Caso a pessoa acabe parando de seguir o seu plano com o tratamento médico, é provável que sofra uma recaída. E isso demonstra a dificuldade em entender se a dependência química tem cura.

A recaída é comum, por isso, a dependência química deve ser tratada com qualquer outra doença crônica. Ainda, a recaída pode servir como um sinal de retomada do tratamento, modificar algo ou ainda adotar uma nova abordagem.

O tratamento das doenças crônicas envolve a mudança de comportamentos profundamente enraizados, por isso, a recaída não quer dizer que o tratamento falhou.

Quando a pessoa que está se recuperando da sua dependência sofre uma recaída, isso mostra que ela precisa conversar com os seus médicos para retomar o tratamento ou encontrar algo novo.

Por mais que a recaída seja algo normal do processo de recuperação, para alguns tipos de drogas isso pode ser bem perigoso. Se a pessoa usar a mesma quantidade que usava antes de parar, facilmente pode sofrer uma overdose.

Como é um tratamento eficaz contra a dependência química?

Alguns tipos de dependências químicas podem ser tratados com medicamentos, combinada com algum tipo de terapia comportamental ou ainda aconselhamento. Também podem ser usados medicamentos para tratamentos de nicotina ou álcool.

Além disso, há medicamentos usados para o processo de desintoxicação, por mais que a desintoxicação não seja a mesma coisa que um tratamento e não é o suficiente para uma pessoa se recuperar.

A desintoxicação isolada, sem outro tipo de tratamento, geralmente acaba levando a retomada do uso das substâncias químicas. E isso prejudica a visão de que a dependência química tem cura.

O tratamento deve ser adaptado para conseguir atender ao padrão de uso da droga de cada paciente, além de outros problemas médicos, seja de saúde mental ou social que esteja relacionado a substância.
 

Portal de Clínicas de Recuperação, busca através de profissionais gabaritados trazer ao leitor matérias explicativas para saber lidar com esta terrível doença que assola todo mundo, onde você também encontrará diversos tipos e unidades de tratamento para fazer uma internação ou buscar apoio profissional.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Onde realizar o tratamento de dependentes químicos?

0%
3.6%
96.4%
Podemos Ajudar?