MENU

05/09/2020 às 19h51min - Atualizada em 05/09/2020 às 19h51min

Como lidar com familiar usuário de crack

Projeto Brasil em drogas - Fernando
https://www.projetobrasilsemdrogas.com.br/
https://www.projetobrasilsemdrogas.com.br/


A dependência química pode vir a desfazer laços afetivos e familiares. Afinal, quando um indivíduo abusa do consumo de drogas, ele e as pessoas a sua volta sofrem com as consequências. Hoje vamos conversar sobre como lidar com familiar usuário de crack.

O crack, que também é conhecido como “pedra” é proveniente dos resíduos da produção de cocaína. Seus efeitos, contudo, são mais prejudiciais do que os do pó, que já tendem a se mostrar bastante agressivos no organismo.

A dependência por crack afeta a saúde, o emocional e também a vida financeira da pessoa. Com isso, ela pode acabar cometendo pequenos delitos como roubos de objetos familiares para conseguir alimentar o seu vício.

Superar a frustração e preconceitos para oferecer ajuda nem sempre é fácil, ainda mais quando o usuário se mostra reincidente. Entretanto, é somente com uma rede de apoio multidisciplinar e com a participação dos entes queridos que essa doença pode ser vencida.

Conheça um pouco mais sobre os procedimentos recomendados de como lidar com familiar usuário de crack. A seguir estarão algumas recomendações valiosas.

 

Informe-se sobre a dependência química

 

Estudar sobre a dependência química e sobre a substância que o familiar usa é muito importante para que você saiba como auxiliar no combate ao vício. Estar aqui fazendo esta leitura já é um primeiro passo importantíssimo.

No entanto, tome cuidado com as informações que você encontra na internet. Prefira sempre portais confiáveis, publicações feitas por universidades e que usem o método científico. Uma alternativa é acessar páginas de clínicas de tratamento, como a do Grupo Clínica de Recuperação, referência no Brasil quando o assunto é tratamento de viciados em crack e outras drogas.

Com esse tipo de pesquisa, você poderá perceber a complexidade da doença. Ela envolve muitas facetas e não depende somente da força de vontade ou da boa índole do dependente para ser curada.

 

Dialogue com o viciado

 

Muitas pessoas costumam ver o viciado como o problema a ser combatido, quando na verdade é a doença que merece ser tratada dessa forma. O indivíduo pode começar a usar crack por diversas razões, algumas controversas, mas a questão é como sair dessa situação.

Por isso, seja sincero e procure conversar sobre a sua preocupação com relação ao vício e as consequências dele. Quanto menos confronto e julgamento, melhor.

Essa é a melhor maneira de compreender determinados comportamentos do usuário de crack, bem com incentivá-lo a se recuperar. Não ignore os sentimentos e as condições físicas ou psíquicas dele.

 

Conte com ajuda profissional

 

Saber como lidar com familiar usuário de crack também depende das orientações profissionais que cada caso demanda. Procure por uma clínica especializada e que tenha práticas transparentes para ajudar na desintoxicação do dependente.

Se o indivíduo não estiver aberto à ajuda, é possível realizar uma internação involuntária ou compulsória. Contudo, sempre prefira métodos menos abruptos. Eles são os mais seguros e eficientes para livrar o corpo dessa ou de outras substâncias químicas.

Fale conosco e conheça algumas das opções de tratamento contra crack sugeridas pela nossa equipe.

Fonte: www.projetobrasilsemdrogas.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Onde realizar o tratamento de dependentes químicos?

0%
8.3%
91.7%
Podemos Ajudar?