MENU

25/09/2020 às 06h30min - Atualizada em 25/09/2020 às 06h30min

Saiba o porque a cocaína vicia tanto?

Fernando - Fernando
Guia Clínicas de Recuperação
Guia de Clínicas de Recuperação

Saiba o porque a cocaína vicia tanto, mesmo como uma droga usada pela alta classe também é comum estar em subúrbios e favelas, o fato é esta droga faz um mal terrível a vida e a saúde do dependente.

A cocaína vendida atualmente também costuma conter benzocaína (anestésico), cafeína, analgésicos, bicarbonato de sódio, pó de giz e levamisol (antigo vermífugo de bovinos).  Essas substâncias potencializam os efeitos já descritos. 

Quando tais efeitos começam a passar, geralmente depois de 30 ou 40 minutos do consumo, é comum que o usuário deixe seu estado de animação e rapidamente fique deprimido, sentindo-se pior do que antes.

Entendemos muito bem a atração inicial das drogas. Seja a cocaína, o álcool, os narcóticos, qualquer uma delas, as drogas ativam rapidamente o sistema de recompensas do cérebro – um circuito neurológico.

Há também relatos de fadiga, sonolência e irritabilidade. Por esta razão, os usuários ficam tentados a utilizar a substância novamente, criando assim um círculo sem fim.

É também importante notar que o organismo vai se tornando tolerante à droga, exigindo que as doses administradas tenham de ser cada vez maiores para alcançar os efeitos desejados.

É possível tratar um dependente de cocaína?

 

Sim! Para isso é importante que o paciente tenha o apoio da família e de profissionais aptos para conseguir superar os efeitos da abstinência.

Geralmente o tratamento é baseado na desintoxicação e em terapias comportamentais. Os psiquiatras são os responsáveis por indicar o uso ou não de medicamentos que diminuam sintomas como irritabilidade, falta de apetite e insônia.

Psicólogos também possuem um papel chave para ajudar o indivíduo a entender o que o levou a buscar prazer na cocaína e não em outras opções não-destrutivas como estar com quem gosta, praticar atividade física, comer e ter relações sexuais.

As clínicas de recuperação são indicadas por proporcionarem a infraestrutura e o distanciamento necessários para que o indivíduo consiga conquistar o autocontrole necessário a fim de reconstruir sua vida.
 

Ao longo dos anos, experimentos conseguiram isolar a cocaína da folha e esta foi empregada em medicamentos como anestésicos e bebidas. Com as primeiras observações de seu uso abusivo, houve um movimento para proibi-la, o que não inibiu o seu consumo, que vem crescendo década após década, seja na forma em pó ou cristalizada, conhecida como crack.

Entenda agora como a cocaína funciona em nosso organismo e porque ela vicia tanto.

Embora meu paciente nunca tenha usado metanfetaminas, a cocaína tem efeitos similares no cérebro e por isso vicia tanto os usúarios. Com anos de uso, ele poderia ter perdido transportadores de dopamina suficientes para que seu sistema .

Como a cocaína atua no corpo humano do viciado?

Ela é absorvida rapidamente pelas mucosas nasais, caindo na corrente sanguínea e indo para o cérebro, onde ativa o sistema nervoso central, em especial a área do prazer, fazendo com que o dependente sinta:

Os efeitos da droga podem causar certa sensação de prazer ao usuário, estimulando diretamente os sistemas simpático e dopaminérgicos. Mas a duração desses efeitos dependem da via de administração. 

Para controlar este problema agente do Portal de Clínicas de Recuperação temos uma gama de locais para você fazer seu tratamento de desintoxicação.

  • Euforia
  • Disposição física
  • Aumento da pressão arterial
  • Calor
  • Aceleração do batimento cardíaco
  • Sensação de poder
  • Ranger dos dentes
  • Alucinações

Riscos do uso da cocaína

A droga tornou-se um problema de saúde pública justamente pelos efeitos que causam dependência química e riscos à vida do usuário. O psiquiatra Matheus Cheibub esclarece que o uso constante da cocaína e os outros tipos da droga citados acima podem causar:

  • Perda de memória
  • Perda da capacidade de concentração mental
  • Perda da capacidade analítica
  • Alterações estruturais de parênquima pulmonar
  • Destruição do septo nasal
  • Perda de peso
  • Cefaleias
  • Síncopes
  • Distúrbios periféricos
  • Silicose
  • Transtornos psicóticos e de humor.   
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Onde realizar o tratamento de dependentes químicos?

0%
5.0%
95.0%
Podemos Ajudar?