MENU

05/09/2020 às 11h37min - Atualizada em 05/09/2020 às 11h37min

O que leva os jovens adolescentes a consumir álcool em excesso?

Grupo Salvando Vidas - Fernando
https://gruposalvandovidas.com.br/
www.gruposalvandovidas.com.br


Muitas pessoas se perguntam o que leva os jovens e adolescentes a consumir álcool em excesso, afinal, geralmente as pessoas adultas já possuem outros problemas na vida, entretanto, existe uma diferença nessa questão.

O fato é que todos sabemos que quanto mais cedo se inicia o consumo, então bem maiores são as chances de os mesmos desenvolverem problemas relacionados ao uso de álcool na idade adulta.

Ademais, o álcool realmente é a substância psicoativa mais consumida entre os adolescentes, sendo que isso vem acontecendo cada vez mais cedo, com maior frequência e certamente em maior quantidade. Sendo assim, é comum que as pessoas se perguntem o porquê isso acontece.

E então o que leva esses jovens e adolescentes a consumir álcool em excesso?

O que precisamos compreender é o que leva jovens e adolescentes a consumir álcool em excesso, na realidade, os adolescentes acabam vivenciando muitas mudanças físicas, sociais e até mesmo psicológicas.

E é bem comum que os mesmos passem por uma fase associada não somente à experimentação de álcool, mas acabam também bebendo perigosamente em busca de fortes emoções. Entre os fatores que levam a isso podemos citar abaixo:

  • Comportamento de riscos e testes de limites: sabidamente a tendência é de procurar situações novas e que são potencialmente perigosas, podendo de forma geral e impulsiva levar esses adolescentes e jovens a riscos. A impulsividade é típica de jovens e adolescentes, e geralmente eles incluem álcool em quase tudo que fazem;
  • Muitas expectativas: a forma que esses jovens e adolescentes veem o álcool e seus próprios efeitos, acabam influenciando em seu comportamento de beber. Geralmente eles bebem para conseguir ter uma experiência mais agradável, como ficar mais comunicativo por exemplo, para buscar novos parceiros e divertir-se ainda mais;
  • Traços de personalidade ou ainda transtornos psiquiátricos: certamente algumas características podem tornar esses adolescentes e jovens a começar a beber, entre os mesmos está a agressividade, dificuldade em seguir as regras, rebeldia, hiperatividade, ansiedade, depressão e problemas de conduta;
  • Fatores hereditários: certamente o risco de desenvolver problemas com álcool pode estar ligado diretamente à genética;
  • Aceitação por grupos e amigos: sim podemos dizer que fazem parte dos fatores ambientais, esses que podem influenciar no desenvolvimento do ato de beber, assim como as possíveis referências de pais e familiares;

Por quais motivos adolescentes e jovens não podem beber?

Depois de compreender o que jovens e adolescentes a consumir álcool em excesso, precisamos saber porque os jovens e adolescentes não devem beber. Independentemente do motivo que levou esses adolescentes/jovens a começar a beber, é muito importante que saibamos que eles estão sujeitos a uma série de riscos potenciais.

Ademais, o consumo de bebidas alcoólicas por adolescentes acaba comprometendo por completo o sistema nervoso central (SNC), que também se encontra em movimento.

Desta maneira, podemos dizer que as vias neurais podem sim se tornar mais suscetíveis aos vários danos que são causados pelo álcool, podendo obviamente levar ao comprometimento de diversas funções.

Sendo assim, é bem comum que quanto mais cedo a pessoa começa a beber, então mais cedo ela terá problemas com o álcool: alguns estudos mostram e comprovam que indivíduos que começaram a beber antes do 15 anos, possuem 4 vezes mais chances de desenvolver problemas relacionados ao uso do álcool do que aquelas pessoas que começam aos 21 por exemplo.

Além do mais, para a vida adulta, o uso de álcool na adolescência acaba sendo associado a maior consumo e abuso de outras drogas e comportamentos impulsivos.

Lembrando que sob efeitos do álcool esses jovens e adolescentes assumem maiores comportamentos de risco, e isso inclui: sexo desprotegido, brigas, acidentes, entre outros.

Ademais, em casos mais graves, eles ainda podem apresentar outras consequências negativas que são decorrentes do uso de álcool, como ter problemas legais, interpessoais e sociais e até mesmo não cumprir obrigações.

O que fazer quando identificamos a dependência do álcool em jovens e adolescentes?

Muitos dos jovens e adolescentes acabam ficando dependentes, sendo assim, a família é parte importante na solução. Buscar ajuda em clínicas tipo o Grupo Salvando Vidas pode ser essencial, afinal, eles são especializados nesse tipo de ajuda!

Ademais, é importante sempre manter o diálogo com esses jovens e adolescentes, lembrando que sermões não adiantam de nada, e que eles possuem tendência a ser rebeldes nessa fase, portanto, é válido lidar com calma.

Fonte: www.gruposalvandovidas.com.br

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Onde realizar o tratamento de dependentes químicos?

0%
8.3%
91.7%
Podemos Ajudar?