MENU

19/10/2020 às 20h56min - Atualizada em 19/10/2020 às 20h56min

Como ajudar um marido alcoólatra que não aceita tratamento?

Meu marido bebe todos dias

Portal de Recuperação - Fernando
portalderecuperacao.com.br/
portalderecuperacao.com.br/


O incentivo e o apoio de familiares, amigos e cônjuge é muito importante para o processo de recuperação do alcoolismo. Mas como ajudar um marido alcoólatra que não aceita o tratamento?

Esse é um problema que, no geral, começa de maneira sutil. Afinal, o consumo de bebidas tem uma aceitação social altíssima, o que acaba dificultando o reconhecimento de que há um padrão compulsivo de ingestão de álcool.

No Brasil, há estimativas que indicam que 6,9% dos homens e 1,6% das mulheres preenchem os critérios do diagnóstico da doença. Contudo, são poucos os que procuram por uma ajuda especializada. Mesmo diante do alerta de pessoas próximas, a pessoa resiste em reconhecer que a situação saiu do próprio controle.

Por mais que existam possibilidades de internação involuntária ou compulsória, quando o dependente aceita o tratamento as chances de ele se recuperar se elevam. Sendo assim, é fundamental usar a persuasão para tentar incentivá-lo a uma internação voluntária.

Logo na sequência, você encontrará alguns argumentos e dicas que podem contribuir para que essa abordagem seja bem sucedida. Além, é claro, de converter o quadro de negação em mais consciência sobre o alcoolismo.

 

1. Escolha um momento tranquilo para dialogar sobre o assunto

De nada adianta conversar com o seu marido ou com qualquer outra pessoa no auge da embriaguez. Os sentidos, pensamentos e atitudes da pessoa estão completamente deturpados e influenciados pelo álcool.

Procure por uma oportunidade onde ambos estejam tranquilos, sóbrios e um local com privacidade. Isso faz toda a diferença nos resultados que esse diálogo pode causar.

 

2. Tenha objetividade e escolha bem as suas palavras

Não faça “rodeios”. Seja objetiva ao dizer que você se preocupa com os rumos que o consumo excessivo de álcool do seu marido está tomando.

Além disso, procure exemplificar a situação com momentos críticos que não teriam acontecido se ele não estivesse bêbado. Mas, a todo o momento, evite uma postura de julgamento. Demonstre que você se preocupa e assegure que ele pode contar com o seu apoio.

 

3. Procure focar nos resultados positivos do tratamento

Não de detenha somente ao lado negativo do problema. Procure focar nos benefícios que o alcoólatra tem depois da recuperação. Incentive o seu marido a imaginar como seria a sua vida em família sem essa doença.

 

4. Deixe claro que o seu marido não está sozinho

De nada adianta fazer ameaças de separação. Ao menos em um primeiro momento e respeitando limites de aceitação, seja parceira e reforce o seu desejo de ajudá-lo a superar o problema.

Por mais complexo que isso seja, é fundamental que você tenha firmeza, mas mantenha uma relação amiga. Caso contrário, é bastante provável que o seu marido continue bebendo sozinho e não aceite o tratamento.

 

5. Aproxime-se para conversar mais vezes

Uma única conversa não é o suficiente para uma mudança comportamental. Mantenha essa relação próxima e com diversas trocas de ideia ao longo do tempo. Isso ajuda a convencer o marido alcoólatra de que ele precisa de tratamento.


Portal de Clínicas de Recuperação, busca através de profissionais gabaritados trazer ao leitor matérias explicativas para saber lidar com esta terrível doença que assola todo mundo, onde você também encontrará diversos tipos e unidades de tratamento para fazer uma internação ou buscar apoio profissional.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Onde realizar o tratamento de dependentes químicos?

0%
8.3%
91.7%
Podemos Ajudar?